Notícias da Sangha

Não Mente

Mevlana Garden, dezembro 9, 2013

131208_BR_Ram_103

Depois da tempestade, o silêncio.
É sempre assim na natureza. Hoje tivemos uma grande tempestade, trovões e relâmpagos, e veja agora o quão silencioso, o quão quieto. Então não se preocupe se você passar por uma tempestade; o seu silêncio será mais profundo.
É simplesmente uma boa limpeza. Toda a poeira vai embora.

Vasant Swaha

131202-BR-Raahi-5881

Nesta semana nós tivemos mais uma chance de expormos os truques da mente. No processo não-mente, passamos uma hora falando gibberish constantemente. Nossas mentes já estão fazendo isso em um nível subconsciente, e agora estamos simplesmente trazendo-a para fora, com consciência.

131206_BR_Ram_054131206_BR_Ram_035

E que libertação! Blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá – besteira total preenchendo nossas bocas e esvaziando nossas mentes. É muito purificante colocar isso para fora. Não há preocupação sobre o que estamos falando ou quem está ouvindo. Podemos berrar, sussurrar, rir, chorar, cantar ou gritar – todas as emoções que vem à tona espontaneamente são expressadas em um balbuciar sem sentido. Isso nos ajuda a ter uma perspectiva sobre nossas histórias habituais. As palavras que normalmente são usadas para definir a nós mesmos podem acabar nos aprisionando. O gibberish permite que as emoções sejam expressadas sem apego às palavras, nos presenteando com uma nova forma de ser.

131207-BR-Raahi-6408131207-BR-Raahi-6417

… e uma vez que nos exaurimos com essas palavras sem sentido – podemos sentar. Sentar silenciosamente com uma linda sensação. Sentar com a paz que segue depois da tempestade. O cantar dos pássaros, o vento, o mar – tudo pode ser ouvido com novos ouvidos, de um um espaço mais vazio interiormente. Os sons podem ressoar mais profundamente – nos chamando de volta ao nosso estado natural, nos convidando a vir da mente barulhenta para o coração quieto, a descansar naquele espaço profundo dentro de nós que está além de palavras, além do tempo e do espaço.

131129-BR-Raahi-5276131129-BR-Raahi-5275

Quando podemos nos sentar mais quietamente com nós mesmos, podemos nos sentar mais quietamente com o Mestre. Em Satsang, o silêncio tem mais espaço – podemos nos encharcar nele, porque estamos mais prontos, mais abertos. As questões se tornam menos importantes e podemos nos sintonizar com a verdade – os sussuros do ‘Um Coração.’

131201_BR_Ram_121-thumb

Estamos abertos ao amor fluindo da fonte. A fonte transbordante de pura verdade, que é o nosso amado Gurudev, Vasant Swaha.

www.vasantswaha.net131208_BR_Ram_022www.vasantswaha.net131207-BR-Raahi-6645131207-BR-Raahi-6669

131201_BR_Ram_054