Notícias da Sangha

O Jardim das Flores

Mevlana Garden, dezembro 20, 2013

131216_BR_Ram_049131219_BR_Ram_180

Estamos embebidos em silêncio.
Sentados em Satsang, há um ar de paz, de quietude, de bem-aventurança. É como se pudéssemos apenas sentar aqui em silêncio pela eternidade, na presença da Verdade.

131217-BR-Raahi-7351131217-BR-Raahi-7345131217-BR-Raahi-7342131217-BR-Raahi-7330

Há quatro semanas atrás, nos encontramos e plantamos nossas sementes no jardim do Mestre. Não sabíamos o que iria crescer, apenas confiamos no Jardineiro, confiamos na existência. Semanas mais tarde, ou o que pareceu como vidas, descobrimos que flores delicadas e exóticas cresceram. A fragrância delas preenche o ar. Nós paramos e sentimos a fragrância, preenchidos com maravilhamento às transformações que ocorreram.

131218-BR-Raahi-7502

Agora que estamos deixando o jardim do Amado, precisamos nos lembrar que o convite está sempre aberto a parar e sentir. Precisamos assumir responsabilidade para regar as flores da consciência, cuidar dos insights que recebemos. Os hábitos da mente são fortes, mas nossos corações são ainda mais fortes.

131219_BR_Ram_086131219_BR_Ram_128

Com a inspiração do nosso amado Mestre, podemos nos lembrar dos nossos corações de leão. Podemos voar nas asas do amor.

Esta vida é uma oportunidade, e depende de como a vivemos. Com consciência, você rega o seu silêncio, a compaixão, o amor, a alegria. Na inconsciência, você está regando todos os seus desejos. Você tem que cuidar daquilo que é essencial para você. Então não importa com quem, ou o que, ou onde você está; você realizou o Reino de Deus em você. A coisa bela é que quando você tem o Reino de Deus em você, que é tão preenchedor, então o que quer que este mundo possa dar a você, não é nada – nada pode seduzi-lo. E então o que quer que você receba, você é grato.

131212_BR_Ram_146