Notícias da Sangha

A Dança da Vida

Mevlana Garden, dezembro 12, 2017

Durante esses preciosos retiros,
algumas vezes temos a sensação de que vivemos
uma vida inteira em um dia.
Ao redor do Mestre, o tempo perde o significado.
Na verdade, tudo o que pensamos que sabemos perde o significado.
Tudo o que achamos que somos é desafiado
e, se tivermos sorte, podemos acolher este “não saber.”

Que presente ser inocente e livre novamente,
como um bebê recém nascido, olhando para o mundo com admiração e maravilhamento,
tudo novo, fresco e excitante!

Mas o Mestre não é um pai.
Ele é a parteira,
nos ajudando a chegar a essa nova consciência.
Gentilmente nos empurrando para frente, ao invés de nos guiar.
Nos mostrando o caminho, mas cabe a nós trilhá-lo dançando.

Deixe-me lembrá-lo, eu não sou o seu líder.
Na minha realidade, nós já estamos aqui. Tudo é perfeito. Não há nenhum lugar a ir.
Eu não quero que você me siga. Eu quero que você use a sua própria inteligência.
É para isso que o Mestre está aqui – para despertar a sua própria inteligência. Para limpar os seus olhos, para que você possa enxergar.
É muito mais fácil do que liderar! Você se torna limpo, então nós dançamos juntos. Aqui. Agora.