A Experiência do Retiro

Os retiros com Swaha são um convite para ir mais fundo e realizar a verdadeira liberdade que somos.ara irmos mais fundo e realizarmos a verdadeira liberdade de quem somos.

Foi assim que planejei esses retiros: primeiro você ri, chora, grita, pinta e brinca, para se esvaziar, de muitas formas diferentes. Você começa a sentir ao invés de pensar. Você começa a se aterrar, começa a se divertir, a se tornar mais vivo, a se envolver com o mistério da vida. Então fica mais fácil entrar no silêncio, porque você está vivo, está feliz. Se estiver inquieto, triste, com raiva – com todas essas coisas que geralmente carrega consigo… Quem quer ficar em silêncio assim? Por isso, muito poucas pessoas têm interesse em meditação, porque elas estão cheias demais de estresse, raiva, projeções, medo; estão pensando no futuro, preocupadas com o passado… Primeiro, isso tudo precisa ser deixado de lado. Essa é minha receita.”

Vasant Swaha

Cada pessoa é única; portanto, oferecemos uma ampla variedade de meditações e terapias durante os retiros. Dessa forma você tem a oportunidade de explorar a si mesmo e descobrir o que realmente funciona para você em sua jornada em direção à paz interior e à clareza.

Estrutura do Retiro

Os retiros normalmente são divididos em duas partes.

A primeira parte é direcionada à abertura e ao esvaziamento do sistema corpo-mente através da criatividade e da celebração. Isso proporciona uma oportunidade de liberar estresse e tensão em todos os níveis de seu ser, e de voltar à pureza de seu coração. Entre as muitas técnicas diferentes que utilizamos, estão as meditações ativas (tais como as meditações Osho Dinâmica e Kundalini), gibberish, dança, canto, renascimento e bioenergética.

Eu sempre lembro a você: use a oportunidade enquanto estiveraqui. Muito mais pode acontecer aqui em uma semana do que em um ano inteiro. Por isso é tão importante que descarregue sua mente enquanto estiver aqui – se algo vier à tona, deve se esvaziar disso. E é exatamente por isso que temos tantas meditações ativas. Caso contrário,é possível que compreenda algo, mas isso permaneça na memória de seu corpo, de suas emoções, de seus sentimentos. Então sou a favor de que se integre como um ser humano completo, em todas as diferentes dimensões de seu ser.”

Vasant Swaha

Na segunda parte, o foco está no silêncio e em ser. Todos os retiros com Swaha oferecem a oportunidade de estar em silêncio. Isso o ajuda a trazer o foco de sua energia de volta para seu ser. Convidamos o silêncio gradualmente, para que ele possa ser experimentado a partir de dentro – um oásis para quem anseia pela paz e pelo relaxamento. O programa é todo organizado de forma a dar apoio ao silêncio dentro de você. As técnicas incluem: exercícios de autoinvestigação “Quem Sou Eu?”, Vipassana, Latihan, Nadabrahma, Chi Kung e caminhadas silenciosas na natureza.

A meditação é nosso estado natural de silêncio e contentamento. Não pertence a nenhuma religião ou país, mas é a própria essência da religiosidade… É universal. Qualquer um que trilhar o caminho da meditação se tornará pacífico e amoroso. É disso que o mundo precisa hoje, mais do que nunca. Sim, você terá que encarar a si mesmo – seus pensamentos e ideias que o separam e o impedem de seguir em frente. Mas sua verdadeira face é a da felicidade. Encontrar essa face original é a jornada da meditação.”

Vasant Swaha

Durante cada retiro existe uma variedade de sessões individuais disponíveis para o bem-estar do corpo, da mente e da alma.

Com tudo isso, o foco principal dos retiros com Vasant Swaha são os Satsangs – o encontro na verdade e no amor entre o Mestre e seus discípulos e amigos. Basta estar próximo a um místico para causar profundas mudanças; você começa a se lembrar de seu próprio universo interior. Isso é imensuravelmente profundo, e traz uma tremenda sensação de alegria, paz e liberdade.

O que está acontecendo aqui é bem incomum neste mundo. Onde as pessoas sentam-se de forma tão linda em silêncio? Existe o caminho do fazer, que é o do mundo, das massas; e existe o caminho do não fazer, que é o do buscador, do meditador. Há uma forma de enxergar com os olhos: indo para fora. E há uma forma de enxergar com os olhos fechados: aprender a enxergar a partir do coração. Como é possível enxergar com o coração? Primeiro, é preciso senti-lo. Por isso é tão importante voltar-se para dentro, descansar, estar centrado. Então usará os olhos de um modo diferente – não a partir da cabeça, mas a partir do coração. Ninguém ensina essa arte. Essa é a arte dos Mestres, isso é Satsang – entrar em sintonia, entrar em sintonia com o Mestre, e dessa forma, você entra em sintonia consigo mesmo. Começa a se lembrar de seu Ser Divino.”

Vasant Swaha