Quem é Swaha?

Nesse mundo materialista em que vivemos, a luta para ter uma carreira, dinheiro, reconhecimento, pode levar a vidas muito estressantes. Na busca pelo material, as pessoas perdem contato consigo mesmas, e a sua verdadeira natureza é esquecida.

Vasant Swaha é um florescimento raro de ser humano, que pode nos lembrar do que é real, despertando nossos corações para a paz, o amor e o silêncio que estão sempre presentes interiormente.
Ele é um místico moderno que traz, de uma forma única e linda, a integração de diversos caminhos espirituais. Desde 1996 ele tem compartilhado a sua presença e sabedoria, encorajando muitos corações a aprender a beleza de se tornar um discípulo através do caminho do amor e da meditação.

Eu não tenho ensinamento; estou apenas compartilhando a mim mesmo. Sou simplesmente um homem comum que encontrou coisas lindas. Apenas compartilho amor, paz e silêncio. Sou apenas um amigo.

Vasant Swaha sempre foi um espírito naturalmente livre, consciente desde jovem de que a vida não é sobre aceitar limites, mas sim ir além deles. Quando criança ele partiu da sua terra natal, Noruega, explorando o mundo com o seu pai e família. Suas visitas a diferentes países proporcionaram a ele uma vasta perspectiva da vida.

Swaha sempre gostou de desafiar a si mesmo, desde muito jovem. Na adolescência, deixou sua casa e seguiu viajando por conta própria, eventualmente chegando na Índia. Lá, ele foi mais fundo em si mesmo, vivendo nos Himalayas e depois em Goa, onde teve contato com os discípulos do Mestre indiano Osho. A partir desse encontro, ele sabia qual seu próximo passo seria: seguir o chamado do seu coração para ir ao encontro do Mestre.

A sua conexão com Osho foi instantânea e profunda – ele havia encontrado o seu lar, e a necessidade de continuar buscando cessou. Swaha se envolveu totalmente na vida da comuna, que se tornou o maior centro de crescimento do mundo, ao redor do seu Mestre. Lá, ele pôde explorar a si mesmo ainda mais, em níveis diferentes.  Ao tornar-se um dos guarda-costas de Osho, Swaha teve uma conexão íntima com o seu Mestre. Mais tarde, como terapeuta, a sua abertura a novas ideias e terapias deram a ele uma grande oportunidade de experimentar e vivenciar diferentes meditações e processos de crescimento. Com isso, adquiriu uma vasta experiência e insight sobre a psicologia e o coração do homem moderno.

Pouco depois do Mestre Osho ter deixado o corpo, Swaha experenciou o despertar para seu Eu verdadeiro.

Eu já não era mais o mesmo do dia anterior. Não tinha nenhuma identificação com qualquer personalidade ou ego. O “eu” havia sumido, assim como todo o passado. Eu estava mergulhado em Paz, em um profundo espaço e um silêncio extasiante. Foi um novo nascimento.”

Nos anos que se seguiram, essa nova forma de ser se tornou mais integrada. Durante as suas viagens pela Índia, ele conheceu Papaji em um encontro extasiante.

“Meu amado Papa, Poonjaji, foi um presente extraordinário. Ele realmente foi um leão da Verdade. Não há palavras para expressar a minha gratidão a ele.”

Papaji reconheceu a Presença viva em Swaha, e o encorajou a compartilhar Isto.

Nos anos seguintes, Swaha continuou viajando e vivendo nos Himalaias, a maior parte do tempo junto com o seu antigo amigo, Giridhar, que era um pilar de graça e silêncio.
Mais e mais, a existência levou Swaha a compartilhar a si mesmo com outras pessoas. Ele foi convidado a participar do Festival de Verão em Ängsbacka, na Suécia.

Este foi o seu primeiro compartilhar em público, e resultou em uma fila de pessoas com o anseio de aprender mais. A partir deste momento, ele cedeu ao inevitável e começou a compartilhar a sua Presença.

Em sintonia com o seu amor à natureza, Swaha criou lindos centros, nas montanhas da Noruega e à beira do mar no Brasil. Nestes lugares, buscadores do mundo inteiro se encontram para meditar e experenciar a beleza, o amor e o silêncio na presença dele. Nesse encontro precioso, os corações podem despertar, se transformar e florescer.